Muitos brinquedos? Troque-os por “experiências”!

O quarto das crianças (e também sua varanda, sua sala de estar, seu closet…) está cheio de brinquedos com os quais seu filho raramente brinca?

A maioria dos pais pode atestar a grande quantidade de brinquedos não utilizados que ocupam espaço demais em suas casas. E a maioria das crianças (ou mini-acumuladores!) tem dificuldade em largar seus brinquedos favoritos.

No entanto, um estudo publicado na revista Infant Behavior and Development, descobriu que um ambiente com menos brinquedos é realmente melhor para as crianças e a necessidade do brinquedo “do momento”, além de estressar os pais, tem pouco benefício para o desenvolvimento do seu filho.

Então, da próxima vez que você tiver que dar um presente, ofereça ao seu filho uma dessas ideias:

1) Crie memórias efetivas com uma divertida experiência familiar. Uma sessão de cinema, teatro, show musical, exposição ou evento esportivo são um presente divertido para toda a família. E as memórias criadas com este tipo de experiência estão muito além daquilo que um brinquedo pode proporcionar.

2) Visite lugares novos. Quantos lugares legais há na sua cidade que, muitas vezes, nem você conhece? Um museu, zoológico, um parque público. Além do caráter de “coisa diferente”, seu filho também pode fazer novos amigos!

3) Tenha um estoque variado de materiais de artes e artesanato. Isso pode proporcionar infinitas horas de criatividade e diversão. Compre itens como papel colorido, pompons, limpadores de cachimbo, miçangas, tintas, marcadores, giz de cera e adesivos, só para citar alguns. Adicione um livro de “coisas para fazer” cheio de ideias e pronto! Aproveite e pegue também um livro de colorir para adultos e faça disso um programa de família!

4) Dê ao seu filho algo que ele aguarde ansiosamente todo mês, como um clube de assinaturas. Há tantas opções para crianças, incluindo livros, brinquedos educativos, kits de culinária e de ciências.

5) Aulas e atividades como os programas da The Little Gym, são específicos para crianças e contribuem para o desenvolvimento dos pequenos de uma forma divertida!

Se você está procurando um presente para a lista de desejos de um filho ou organizando a festa de aniversário dele, pense fora da caixa e ofereça algo que leve a experiências divertidas, aprendizado, desenvolvimento e um tempo mais valioso para a família!

Para saber mais sobre o The Little Gym, fale com a gente.

5 dicas de segurança na Internet para manter as crianças seguras on-line

Nos dias de hoje, é inevitável que seu filho seja exposto a telas (muitas delas) e, em algum momento, tenha acesso à navegação na Internet. A internet oferece muitos benefícios, incluindo recursos educacionais, jogos divertidos e também permite que você acompanhe seus entes queridos em qualquer lugar do mundo onde estejam. Mas a internet também pode ser um lugar assustador e pode representar alguns riscos sérios, a menos que sejam tomadas as devidas precauções. Com histórias recentes em todas as notícias, é importante lembrar que há muitas coisas que os pais podem fazer para manter seus filhos em segurança on-line. Confira estas 5 dicas de segurança na internet para crianças:

  1. Verifique, atualize e aumente suas configurações de privacidade. Você não apenas pode proteger a si mesmo (e ao seu computador) contra vírus da Internet, mas também pode definir restrições contra o acesso a determinados sites e conteúdo.
  2. Definir limites de tempo na frente da tela: 30 minutos por dia e somente após o dever de casa e outras tarefas serem concluídas. Para referência, a Academia Americana de Pediatria recomenda não mais do que 1 hora de tempo de tela de alta qualidade para crianças de 2 a 5 anos. Menos tempo de tela é igual a mais tempo para correr e jogar.
  3. Mantenha seus filhos à vista quando estiverem navegando na web. As crianças são curiosas, mas são menos propensas a procurar conteúdo impróprio se souberem que a mãe está sempre ao redor. Se eles encontrarem algo inapropriado, converse com eles para que não se sintam envergonhados ou temam perder os privilégios.
  4. Verifique o histórico de navegação do seu computador com frequência. Monitore quais sites seu filho está visitando regularmente. Se você se deparar com algo questionável, tenha uma conversa muito direta com ele sobre o que estava visualizando e defina as expectativas da Internet.
  5. Fale com eles sobre sua reputação on-line e ajude-os a entender que o que uma pessoa posta on-line é para sempre. É importante que as crianças aprendam que tudo o que dizem ou compartilham on-line é público. Certifique-se de que ele nunca compartilhe qualquer informação pessoal com estranhos, incluindo seu nome ou endereço.

Mais importante ainda, crie uma conversa aberta com seu filho sobre o uso e a segurança da internet. Isso o ajudará a se sentir mais à vontade ao abordar você com perguntas sobre o conteúdo que encontrou on-line. A internet não tem que ser um lugar assustador, use essas dicas para manter toda a sua família segura online!

5 dicas para criar uma criança emocionalmente saudável

Não há dúvida de que a saúde emocional é tão importante quanto a saúde física. Como pais, temos a obrigação de nutrir o bem-estar emocional de nossos filhos. Saúde emocional positiva pode beneficiar as crianças de várias maneiras; além de as crianças emocionalmente saudáveis ​​terem maior senso de confiança e auto-estima, elas também são capazes de se recuperar do fracasso, vencer desafios e atingir seu verdadeiro potencial. Confira estas 5 dicas para criar uma criança emocionalmente saudável.

  1. Concentre-se em sentimentos. É importante ensinar seu filho desde cedo a expressar seus sentimentos. Se seu filho está com raiva, triste, feliz, animado, com medo, etc., é importante identificar e reconhecer que emoções seu filho está sentindo. Então você pode ensinar-lhes as habilidades necessárias para lidar com esse sentimento. Mostre um interesse real nos sentimentos do seu filho e ajude-os a expressar e a gerir as suas emoções de uma forma saudável.
  2. Deixe-os cometer erros. Se você não cometer erros, como você aprende? É importante ensinar ao seu filho que não há problema em cometer erros. Está tudo bem em falhar. Tudo bem estar errado. É assim que você aprende! Ensine seu filho que os erros dele pode ajudá-lo a desenvolver um relacionamento saudável com o fracasso e ensine-o a lidar com as deficiências de maneira positiva.
  3. Deixe-os tomar decisões. Não só permitir que o seu filho tome algumas das suas próprias decisões (adequadas à idade) ajuda a promover a sua independência, mas também irá ajudá-lo a lidar com as consequências ou recompensas das suas próprias ações.
  4. Nutra-os. Não existe amor demais! Cuidar, nutrir e amar o seu filho é uma ótima maneira de ajudá-lo a se sentir emocionalmente seguro e também vai ajudá-lo a se tornar um adulto amoroso.
  5. Lidere pelo exemplo e cuide do seu próprio bem-estar emocional. Os pais precisam praticar o que pregam. Ao cuidar de sua própria saúde emocional, você pode, por sua vez, ajudar seu filho a se tornar uma pessoa emocionalmente saudável!

 

5 maneiras fáceis de se relacionar com seu bebê

Navegar pelo mundo como novos pais pode parecer estar em um redemoinho. Você está começando a conhecer esse pequenino que entrou em sua vida e abalou seu mundo – mas de um jeito bom! Embora os bebês novos não façam muito mais do que comer, dormir e fazer cocô, há muitas pequenas coisas que você pode fazer para construir suas habilidades como pai e mãe para ajudar a estabelecer esse vínculo crucial entre pais e filhos. Estabelecer um vínculo forte com seu bebê desde o início é extremamente importante para seu crescimento e desenvolvimento. Confira essas 5 maneiras simples de se relacionar com seu novo pacote de alegria!

  1. Enquanto se alimenta, seja através de amamentação ou mamadeira, mantenha seu bebê perto para que eles possam ouvir seu batimento cardíaco, pois isso soa muito como o que ouviram quando estavam no útero.
  2. Converse com seu bebê. Mesmo que eles não possam responder a você, converse com eles. Eles estão ouvindo sua voz há meses e sua voz pode ser reconfortante para eles! Narrar atividades diárias, como trocas de fraldas (todas as 275 delas), alimentação, hora do banho e brincadeiras.
  3. Segure-os. Não, você não pode segurar seu bebê! Não é apenas mantendo seu bebê recém-nascido que fará com que ele se sinta mais seguro, mas também ajudará você a se sentir mais ligado a ele.
  4. Dê uma massagem no seu bebê. A massagem infantil é uma ótima prática antes da cama e pode ajudar a reduzir o estresse do bebê, aumentar a circulação e relaxar os músculos.
  5. Inscreva-se em um programa projetado para bebês e seus pais! As aulas do Little Gym’s (Pais e Filhos) para bebês de 4 a 10 meses são uma ótima maneira de se relacionar com seu bebê e conhecer outros pais e mães! Para saber mais e se inscrever em uma aula, visite-nos.

Construir confiança e ligação com o bebê requer tempo, atenção, gentileza, paciência e carinho. Com estas 5 dicas você pode construir uma conexão com seu bebê que durará a vida toda!

Dicas para desenvolver um hábito de leitura precoce para crianças

Como mãe, você é a primeira a influenciar o cérebro do seu filho. Repetidas vezes, estudos mostraram que a leitura durante a gravidez tem um efeito positivo no desenvolvimento da criança desde o início e continua à medida que cresce. A leitura precoce demonstrou ter efeitos positivos no desenvolvimento da linguagem, nas interações e vínculos da criança com os pais e colegas, e os ajuda a aprender sobre o mundo ao seu redor. Você quer manter a curva de aprendizado na direção certa? Para isso é importante ler pra ele, mesmo antes de nascer, e incentivar a leitura diária durante toda a infância e adolescência. Confira essas dicas para tornar a leitura uma parte da rotina diária da sua família.

  1. Exponha seu filho a materiais de leitura, seja em casa ou com idas semanais a uma biblioteca local, na sua cidade. Dar a ele oportunidades de ler com frequência aumentará seu interesse pela leitura.
  1. Reserve tempo para ler em voz alta para seu filho.Para os menores, reserve tempo todas as manhãs ou noites para lerem juntos, abraçadinhos. Para crianças mais velhas, revezem-se lendo cada página de um livro favorito.
  2. Faça disso um hábito diário.É muito comum que os horários sejam preenchidos com atividades escolares e extracurriculares, mas é importante que as crianças e os adultos reservem tempo para a leitura todos os dias. Incentive seu filho a ler por 20 minutos antes de dormir todas as noites e, com o tempo, uma história divertida fará com que ele se prenda à leitura e queira ler por mais tempo.
  3. Procure oportunidades de leituras únicas onde quer que vá.Poderia se tornar uma caça ao tesouro de leitura! Em um restaurante? Peça ao seu filho para ler o No carro? Peça ao seu filho para ler as placas da rua. Fazendo o jantar ou uma sobremesa divertida? Peça ao seu filho para ler o caderno de receitas. Compras de supermercado? Peça-lhe que leia os preços. As possibilidades de atividades de leitura para crianças são infinitas.
  4. Variedade é o tempero da vida.Exponha seu filho a uma grande variedade de livros e histórias. Cada novo livro expõe uma criança a novas informações, conceitos, lugares e pessoas!
  5. Certifique-se de escolher materiais de leitura apropriados para a idade, sobre tópicos interessantes, para que as crianças não desanimem ou fiquem entediadas.
  6. Não se esqueça de fazer a leitura divertida!Escolha livros que interessem ao seu filho e crie vozes bobas para diferentes personagens ou ações. Isso ajudará a manter a atenção do seu filho. Mantenha-o envolvido fazendo perguntas, o que ajudará na compreensão do texto.
  7. Sempre mostre interesse na leitura do seu filho.Demonstrando interesse e fornecendo elogios genuínos e positivos, as crianças estarão mais propensas a continuar trabalhando em prol de bons hábitos de leitura.

Você se lembra da sua história favorita quando criança? Crie essas novas memórias felizes com seus filhos com um hábito de leitura para toda a vida. Considere recompensar seu filho com um dia divertido no The Little Gym. Estabelecer bons hábitos em crianças precisa ser uma prioridade durante todo o ano para estabelecer as bases para um estilo de vida saudável à medida que elas crescem.

A importância do jogo criativo para crianças

O jogo criativo é uma parte vital do desenvolvimento infantil. Através do jogo criativo e imaginativo, as crianças podem crescer emocionalmente, socialmente, intelectualmente e até fisicamente. Experiências criativas ajudam a criança a desenvolver essas habilidades e a compartilhar seus pensamentos, sentimentos e ideias. A exposição de crianças a oportunidades criativas contribui e promove seu desenvolvimento. Encontrar maneiras de jogar criativamente não precisa ser estressante ou levar muito tempo. De fato, a superestrutura é o oposto do jogo criativo. Cada pequeno passo em direção ao desenvolvimento de habilidades de uma criança é um marco importante em seu crescimento e felicidade.

Quais ferramentas eu preciso?

Ideias para brincadeiras criativas e imaginativas estão disponíveis ao nosso redor. Muitas vezes negligenciamos as coisas simples, que para uma criança não são tão simples. Quantas vezes você vê uma criança pequena olhando para uma folha e virando-a para olhar os detalhes. Habilidades motoras emocionais, cognitivas e finas se desenvolvem com a introdução das coisas simples. Tente usar alguns desses utensílios domésticos para criar jogos, contar histórias ou apenas se divertir com eles:

  • Esponjas
  • Papel
  • Papelão e caixas
  • Fita
  • Pintura
  • Marcadores, lápis de cera ou lápis
  • Materiais de moldagem, como argila

Desenvolvimento Emocional: O jogo criativo promove o desenvolvimento social e emocional, integrando sentimentos com tarefas. Peça ao seu filho para pintar, desenhar ou contar uma história sobre como está se sentindo. Esses tipos de atividades ajudam as crianças, que não são capazes de verbalizar, expressar seus sentimentos. Com o tempo, as crianças aprenderão a expressar seus sentimentos com segurança e criatividade, permitindo que elas se integrem em ambientes sociais e regulem seu comportamento de forma mais apropriada.

Desenvolvimento Social: As crianças podem crescer e aumentar seu desenvolvimento social quando têm oportunidades de brincar e interagir com os colegas. Cantar, dançar, vestir-se e outras formas de brincar são algumas áreas em que as crianças são capazes de crescer e desenvolver habilidades básicas de comunicação e interação social.

Desenvolvimento Intelectual: Através do jogo criativo, as crianças podem aprender habilidades importantes para resolver problemas. A leitura, por exemplo, dá às crianças a oportunidade de expressar suas imaginações e explorar um mundo fora delas, ajudando a melhorar as habilidades intelectuais e cognitivas. Isso também forma a base da compreensão e retenção de leitura e dá o tom para a solução de problemas mais complexos à medida que crescem e se desenvolvem.

Desenvolvimento Físico: Se seus filhos estão dançando ao ritmo de sua própria batida, ou explorando os grandes espaços ao ar livre, o jogo criativo ajuda a desenvolver habilidades motoras, coordenação e controle. Construir habilidades motoras requintadas requer prática e prepara o terreno para melhorar a coordenação dos olhos e a memória muscular.

Proporcionar às crianças oportunidades criativas para brincar permitirá que elas desenvolvam essas importantes habilidades, além de proporcionar-lhes a oportunidade de explorar e aprender sobre o mundo ao seu redor. Atividades com foco em crianças, como a The Little Gym, podem ser outra ótima opção para famílias ocupadas oferecendo programas apropriados para cada idade, inclusive aos sábados.

 

 

5 Dicas de Rotina Diária Focada na Família

A vida está passando a uma velocidade incrível e isso se torna evidente quando você está assistindo seus filhos crescerem. Quando você tem filhos, os dias passam muito rápido (sim, até aqueles dias que parecem se arrastar). Os dias se transformam em semanas, semanas em meses e meses em anos; e então PUF, você fica pensando “como isso aconteceu tão rapidamente?” Desacelerar, propositalmente criar tempo juntos e estabelecer metas diárias podem ajudar a construir laços familiares. Combinar o tempo com a família e sua rotina diária pode ajudá-lo. E seus filhos aproveitam esses dias, semanas, meses e anos! Confira essas 5 coisas para fazer em família todos os dias:

  1. Leia em voz alta juntos.A leitura em voz alta não apenas ajuda a promover habilidades de alfabetização precoce, mas também ajuda a fortalecer os laços entre pais e filhos. Defina uma data para ir a alguma biblioteca pública pegar novos livros para tornar a leitura diária mais divertida e emocionante!
  2. Entre na brincadeira com seus filhos.Mesmo que você não seja o tipo de pai para acampar no chão e brincar de bonecas, há muitas maneiras diferentes de se envolver no jogo. Envolva-se com o seu filho através de um jogo de futebol noturno no quintal ou promova trabalhos artesanais. Satisfaça seu filho e mostre interesse em seus interesses. Estas são as pequenas coisas que serão as grandes coisas que eles vão lembrar mais tarde na
  3. Tenha conversas significativas.A interação de pai para filho é um componente crítico de desenvolvimento infantil para aprendizado e desenvolvimento e retenção de linguagem. Isso não só ajudará seu filho a aprender como ter uma conversa, mas também ensinará seu filho a ouvir, responder e formular seus próprios pensamentos, ideias e respostas.
  4. Mexa-se!O exercício físico não só ajuda a construir a auto-estima e a autoconfiança, como também ajuda as crianças a desenvolver uma imagem corporal positiva e ajudará a construir hábitos saudáveis ​​nos próximos anos. Faça uma tradição noturna se mover, seja por um passeio noturno pelo bairro, um jogo de qualquer esporte no quintal ou por ter uma festa de dança na cozinha… As possibilidades são infinitas!
  5. Mostrar afeição.Abraços, beijos e passar o tempo juntos não só ajudam a construir relacionamentos fortes entre pais e filhos. Estudos também mostram que o afeto está ligado a uma maior auto-estima, melhor comunicação entre pais e filhos e menos problemas comportamentais. Aconchegue-se a cada noite com um livro, dê um abraço no seu filho antes que ele saia correndo pela porta e se certifique de que ele sabe o quanto é amado!

Procurando uma atividade divertida para o seu filho durante o dia? Confira as atividades oferecidas pela The Little Gym.

 

5 dicas para aliviar o estresse escolar

A rotina da escola pode ser estressante para as crianças e pais. Isso significa acordar cedo, preparar lanche, almoçar bem, atividades depois da aula e lição de casa. O ano letivo acrescenta muito estresse à vida cotidiana. Aqui estão 5 dicas para manter a calma e continuar tranquilo durante o ano.

  1. Opte por dormir mais cedo. Você pode ouvir seus filhos gemendo já? Uma boa noite de sono não só ajuda os seus filhos a sentirem-se revigorados e mais alertas. Isso pode ajudar seu filho a ter mais sucesso na sala de aula também!
  2. Faça um plano. Antes do início de uma nova semana, planeje os jantares de sua família ou a programação do seu filho. Crie um sistema que funcione para a sua família e mantenha toda a equipe responsável e no caminho certo.
  3. Crie uma rotina consistente. As rotinas podem ajudar as crianças a se sentirem mais seguras, permitindo que elas tenham expectativas sobre o que está por vir. Isso pode incluir uma rotina matinal, uma rotina de dormir ou uma rotina depois da escola, como o The Little Gym!
  4. Fique por dentro do dever de casa. Dependendo da idade do seu filho, eles podem voltar para casa todos os dias com uma ou duas horas de lição de casa, o que pode criar estresse desnecessário. Mantenha a ansiedade sob controle, tendo uma rotina para lidar com o dever de casa todas as noites.
  5. Saiba como abordar as preocupações do seu filho. Os primeiros dias e semanas de um novo ano letivo podem ser exaustivos e estressantes. Faça questão de conversar com seu filho sobre o dia na escola e garantir que ele se sinta à vontade para tratar de suas preocupações com você.

Grandes benefícios das atividades extracurriculares para crianças

Um novo ano escolar acaba de começar! Você acredita nisso? Não? Nós também não. Se seu filho está na escola ou não, agora é um bom momento para começar a pensar em quais atividades extracurriculares você vai matriculá-lo.  Atividades extracurriculares fora de casa e da sala de aula fornecem às crianças de todas as idades uma infinidade de benefícios como socialização, atividade física e muito mais. Leia para conferir 4 das atividades extracurriculares com grandes benefícios para o seu filho. 

  1. Rotina. Atividades extracurriculares regulares e consistentes ajudam as crianças a antecipar o que acontecerá em seguida. Isso proporciona uma sensação de segurança, controle e confiança. Para crianças pequenas, o envolvimento em atividades extracurriculares permite prepará-las para a escola e para outros desafios fora da escola também.
  2. Socialização. Para crianças mais novas, atividades extracurriculares, como a The Little Gym, proporcionam uma oportunidade para as crianças desenvolverem importantes habilidades sociais e de comunicação. Para crianças mais velhas, atividades extracurriculares ajudam a fortalecer as habilidades de comunicação e construir amizades.
  3. Desenvolvimento de habilidades. As atividades extracurriculares permitem que as crianças explorem novos interesses e habilidades que podem ajudá-las a encontrar coisas pelas quais são apaixonadas. Isso poderia ser uma afinidade com um esporte específico, tocar um instrumento ou até mesmo um interesse pela arte. Desenvolver novas habilidades a partir do que eles gostam, pode ajudar a construir confiança e auto-estima.
  4. Jogo ativo. Muitas atividades extracurriculares são baseadas em movimento, que podem incluir esportes coletivos ou programas como a The Little Gym. Atividades que incluem atividade física não só ajudam a manter as crianças saudáveis, como também têm provado que as ajudam a alcançar um melhor desempenho na sala de aula. 

É importante permitir que seu filho explore uma ampla variedade de atividades extracurriculares para ajudá-lo a encontrar a que mais gosta. Isso irá ajudá-lo a aprender uma infinidade de habilidades e irá prepará-lo para o sucesso no futuro! Para saber mais sobre os programas The Little Gym e encontrar um local The Little Gym perto de você, visite nosso site: www.thelittlegym.com.br

 

Dicas para criar crianças resilientes

As crianças precisam aprender a resiliência? Resiliência é a capacidade de se recuperar rapidamente de situações difíceis. Assim como qualquer outra habilidade ou marco de desenvolvimento infantil, a resiliência precisa ser ensinada e praticada. Em sua vida (sabemos que você pode atestar) as crianças experimentarão o fracasso, o sofrimento, a luta, o conflito e até a incerteza. O pensamento resiliente dá às crianças as habilidades necessárias para administrar o medo e a ansiedade ao vivenciar situações difíceis e, permite assim que elas se sintam bem e de certa forma acolhidas, dando-lhes o impulso para se recuperarem e tentarem novamente. Confira estas 5 dicas sobre como dar confiança às crianças e criar resiliência em seu filho.

  1. Deixe as crianças cometerem erros. As crianças precisam falhar para aprender com seus erros. Quando as crianças sabem que podem tentar de novo, e novamente, realizar uma tarefa, elas não ficarão tão desapontadas por fracassarem. Para citar William Edward Hickson: “Se no início você não conseguir, tente novamente.”
  2. Tente evitar ser um pai helicóptero. Claro, você quer manter seu filho seguro, mas rodeá-lo e envolvê-lo com joelheiras e capacete toda vez que eles tentarem descer no escorregador no parque não o ajuda a construir resiliência. Permita que seu filho corra riscos apropriados e, por sua vez, ensine-o habilidades essenciais para assumir riscos, construa confiança e auto-estima e veja-o florescer!
  3. Ajude seu filho a aprender como administrar suas emoções. Se seu filho está passando por estresse, raiva, tristeza ou sentimentos de mágoa, é importante ensinar a ele que sentir e expressar suas emoções é normal e ok! Converse sobre como ele se sente e procure oportunidades para “tirar essa cara brava”, por assim dizer, e ensine a superar os obstáculos.
  4. Ensine-os habilidades vitais para resolver problemas. Você nem sempre estará presente para ajudar seu filho (é a verdade!). Portanto, precisamos ensiná-los a solucionar seus problemas. Se o seu filho estiver com dificuldades para calçar o sapato, dê um tempo antes de intervir. Ao permitir que seu filho solucione problemas sozinho, você não está apenas ajudando-o a desenvolver habilidades importantes, mas também está ensinando-o a ser uma criança mais confiante!
  5. Lidere pelo exemplo. As crianças aprendem a maioria das coisas que sabem de seus pais e isso pode ser uma coisa realmente boa. Se você der o exemplo e praticar o que está ensinando a seus filhos, você  fundamentará a maneira como espera que seu filho aja. Da próxima vez que você estiver preso no trânsito e estiver prestes a “explodir”, pense em como você gostaria que seu filho lidasse com uma situação semelhante. Isso pode mudar sua reação!

Ajudar seu filho a construir resiliência irá ajudá-lo a ter confiança para perseverar em situações difíceis. Esta é uma habilidade que irá beneficiá-lo na infância, adolescência e até na idade adulta! Para saber mais sobre os programas do The Little Gym e encontrar um local perto de você, visite-nos.